Bing Online

O que busca, encontra. Entre os adwares mais irritantes encontram-se aqueles que, sem perceber, nos mudam a página Inicial do navegador e no mecanismo de pesquisa que utilizamos habitualmente, por outro, com o objetivo de nos mostrar o seu anúncio quando fazemos uma busca.

A origem dos buscadores remonta a abril de 1994, ano em que um casal de universitários norte-americanos (David Filo e Jerry Yang) decidiram criar uma página web em que se oferecesse um diretório de páginas interessantes classificadas por temas, pensando sempre nas necessidades de informações que podem ser seus companheiros de estudos.

Dependendo se você tiver informação disponível para criar uma pré-visualização, pode utilizar o mouse sobre um link sobre os resultados de pesquisas, o que pode lhe dar uma idéia de o que você pode obter se você clicar nesse link.

Nos últimos anos muitas pessoas estão deixando um pouco de lado a Google para lhe dar uma oportunidade para o Bing, o que talvez se deva a que não conta com tantos filtros pessoais quando mostra os resultados, por isso que já há muitos que se sentem mais confortáveis a respeito.

Partindo-se do princípio de que um motor de busca é uma ferramenta web para localizar de forma rápida a informação existente na internet, e que é formado por três elementos bem distintos: uma interface, um robô e um banco de dados, temos de ir para os Estados Unidos da América, pioneiros em quase todos os fenômenos da internet, para ver que uso terminológico estão fazendo, já que é neste país onde, provavelmente, têm mais claras as definições sobre motores.